[ editar artigo]

17 lições de marketing pessoal com o Presidente eleito Jair Bolsonaro

17 lições de marketing pessoal com o Presidente eleito Jair Bolsonaro

Eu não sou de falar de política e não quero que este meu post seja para isso. Escrevo como profissional para analisar o resultado histórico e que comprova muitas tendências que temos conversado e vivido nos últimos tempos, PRINCIPALMENTE quando falamos de ambiente digital.

 

Temos que concordar que o que foi feito com o marketing pessoal na campanha do agora Presidente eleito do Brasil Jair Bolsonaro é digno de estudos e admiração.

 

Vi todas as matérias possíveis que já fizeram sobre o marketing dele, marketing da campanha. Acompanhei os números e sua evolução. Comparei seus posts aos posts do outro candidato, e assim pude observar 17 pontos ao seguinte, que compartilho agora com você:

 

  1. TEMPO - Há anos ele vem tomando frente das redes sociais para se posicionar; a campanha não foi feita este ano, não foi planejada há alguns meses;
  2. Seu PLANEJAMENTO tem pelo menos 4 anos e isso fez com que ele pudesse gerar conteúdo, dizer o que pretendia. Ele conseguiu conversar com as pessoas que começavam a segui-lo nas redes; Isso comprova que posicionamento não é instantâneo quando se quer reconhecimento;
  3. Ele trabalhou muito sua PROXIMIDADE com o público a medida que iam comentando nos posts, fotos e vídeos; CLARO que assessorado por um time, mas muito do que vimos em seus conteúdos e dito por ele mesmo no Fantástico no dia em que foi anunciado presidente, em matéria nacional, comprovou o terceiro ponto:
  4. Ele ASSUMIU sua autenticidade e fez a maioria dos conteúdos sozinho, guiado pelo que acredita e com emoção (não pense aqui no que você pode gostar ou não, mas pense que ele foi sincero);
  5. Ele mostrou-se HUMANO, e mais ainda quando levou a facada, que ao invés de colocá-lo longe da mídia, fez com que ele intensificasse ainda mais sua presença online, nas principais redes sociais = Facebook, Youtube, Instagram e Youtube;
  6. E ele USOU E ABUSOU da produção de imagens e vídeos EM BAIXA QUALIDADE. O que comprova que o que está como CONTEÚDO é muito mais importante do que a qualidade "hollywoodiana" que muitas pessoas buscam para se expor nas redes sociais. A VERDADE que queremos enquanto seguidores PEDE frente à frente com a câmera do celular, sem muitos recursos, porque se você reparar onde apareceu o celular que ele usava para gravar e gerar informações, nem o celular é o de maior tecnologia; (e se em algum momento ele não usou da verdade, nós iremos descobrir);
  7. As fotos e posts em suas redes mais curtidas foram tiradas em baixa qualidade; o que trouxe engajamento e aproximação ao público;
  8. Um dos posts mais divulgados foi dele CORTANDO O CABELO em uma salão SIMPLES; você pode até falar que foi estratégia (e foi, rs), mas ele poderia ter ido em um salão TOP, ele é deputado há anos e tem dinheiro pra isso, mas aquele deve mesmo ser o salão e o cabeleireiro que ele frequenta, por isso se sentiu confortável por gravar; 
  9. Ele conseguiu mostrar, até mesmo para a TV aberta, que foi obrigada a compartilhar muitos conteúdos de suas redes sociais, que a EXPRESSÃO e EMOÇÃO do momento, muitos em sua própria casa, usada como cenário, interagiu muito mais do que campanhas milionárias em rede aberta ou fechada;
  10. As LIVES em suas redes sociais abriram possibilidades de interação e ele se preocupou, desde o começo, em também transmitir para as minorias, em língua de sinais (aqui, com certeza, instruído por um profissional de marketing);
  11. Até mesmo suas roupas não eram as melhores e de extrema qualidade. CLARO que concordo que neste ponto poderiam ter sido um pouco mais pensadas, em cores e estrutura, não em marcas - porque isso não é mais valorizado como antes; mas do jeito que foram mostradas aproximaram ainda mais o público ao candidato;
  12. Ele fez PARCERIAS ESTRATÉGICAS e muitos CO-LABS com influenciadores digitais, o que comprova que a união no ambiente online aumenta a popularidade para todos, pois mostra de forma organizada para mais pessoas as mensagens que se quer passar;
  13. Não posso afirmar quantos post foram patrocinados, mas independe, sabemos que havia poucos recursos para a campanha, nada milionária, e por isso, posso afirmar que houve pedidos de compartilhar, marcar e até mesmo comentar em seus posts, por pessoas influentes digitalmente; (GASTOS COM CAMPANHA SEGUNDO UOL: Meirelles tem maior gasto da campanha presidencial, com R$ 44,2 mi, diz TSE. O segundo maior gasto financeiro de campanha entre os candidatos à Presidência foi de Geraldo Alckmin (PSDB), com R$ 31,5 milhões, à frente da candidatura do PT, que teve gasto financeiro de R$ 26,2 milhões. Na sequência das maiores despesas financeiras de campanha aparecem Ciro Gomes (PDT), com R$ 8,3 milhões; Álvaro Dias (Podemos), com R$ 5,5 milhões; Marina Silva (Rede), com R$ 3,5 milhões; Guilherme Boulos (PSOL), com R$ 3,4 milhões, e Jair Bolsonaro (PSL), com R$ 975 mil.... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/politica/eleicoes/2018/noticias/reuters/2018/09/15/meirelles-tem-maior-gasto-da-campanha-presidencial-com-r-442-mi-diz-tse.htm?cmpid=copiaecola) 
  14. Ele entrou em uma onda que ia contra a política atual, mas que com certeza iria lhe trazer mais impulso. Isso é quando identificamos OPORTUNIDADES REAIS que batem uma única vez em nossas portas e pela nossa autenticidade, verdade e crenças, fazemos o que sentimos que temos que fazer; 
  15. Repare o site dos candidatos: a simplicidade, que de novo vem à tona quando se vê a do eleito; e ao cheio de recursos e de últimas tecnologias do segundo colocado;
  16. Visualmente e em termos de produções não se pode nem comparar um ao outro, com certeza o segundo colocado fez tudo muito feito e produzido; mas é visual que seu seguidor busca? (essa pergunta sempre terá duas respostas diante das nossas profissões: uma para SIM, aos que trabalham com visual; outros para NÃO, aos que trabalham com conteúdo) - mas podemos afirmar que os conteúdos são o futuro do marketing, ou tudo que escrevi até agora comprova o contrário?
  17. E por fim e cheio de razão, ELE MOSTROU SEU DIA A DIA. Não pude acompanhar seus STORIES e eles não foram guardados, mas basta olharmos aos posts que comprovamos este último item.

 

Bom, ao futuro como presidente com certeza ele deverá seguir padrões e regras da Secretaria de Comunicação Social (SECOM), que, também irá aprender muito com ele, trazendo de sua autenticidade à forma de se comunicar.

Isso porque estamos em uma era de transformações e a geração Millennial é quem muito nos ensina sobre tudo que temos visto e vivido. Mas isso é conteúdo pra mais textos.

 

Atente-se ao olhar do que acontece ao marketing das outras pessoas, como elas têm se divulgado na forma que dê certo, e traga esses ensinamentos até você. Conosco, aqui na Ponto Pessoal, você pode contar =)

Acesse nosso portal www.pontopessoal.com.br e vem com a gente em mais de 8 anos de marketing pessoal, no Brasil e Portugal.

 

E pra completar, gravei um vídeo no Youtube, vem ver =)
 

 

Clube Ponto Pessoal
Adriano Tadeu Barbosa
Adriano Tadeu Barbosa Seguir

Palestrante internacional e especialista em Marketing Pessoal desde 2006 com destaque para o tema Pós-Luxo e em Trend Talks com aprovação nacional e internacionalmente. Fundador e CEO da Ponto Pessoal.

Ler matéria completa
Indicados para você