[ editar artigo]

Que mensagem transmite a sua imagem?

Que mensagem transmite a sua imagem?

A mensagem que transmite a sua imagem é coerente com o que na realidade é? Mostra as suas qualidades?

Se a resposta for afirmativa, então estamos no caminho certo e com o público alvo que pretendemos direcionar as nossas ações. Devemo-nos focar nos clientes que queremos atrair, e no tipo de pessoas com as quais nos pretendemos relacionar.

Daí a importância da imagem e do que vestimos.

Estudos realizados na área do comportamento humano, defendem que a primeira impressão que uma pessoa tem da outra baseia-se em 55% na aparência e ações, 38% pelo tom de voz e 7% na propriedade intelectual, ou seja, o que falamos.

Demonstra que o ser humano é extremamente visual e somos constantemente julgados pela aparência.

O mais surpreendente é que este julgamento é feito nos primeiros 10 segundos de convivência, ou seja, quando conhecemos alguém, antes de abrirmos a boca para nos apresentarmos, somos de imediato avaliados quanto à classe social, situação financeira, personalidade e nível de sucesso.

Esta avaliação pode ser positiva ou negativa e pode ou não refletir o que somos e a mensagem que queremos passar. Uma primeira impressão negativa pode criar uma resistência prévia às ideias que queremos expor e ser mais uma barreira a transpor.

Quando passamos uma imagem desconexa ou não coerente, estamos a boicotar o nosso potencial. Afinal, se não nos preocuparmos com a nossa imagem, como podemos desenvolver projetos de uma empresa ou cliente?

Veja-se o exemplo de uma entrevista de seleção de emprego, há uns anos atrás a competência era medida somente pelo curriculum e percurso profissional. Hoje, a aparência e a postura têm um papel fundamental, pois de entre centenas de candidatos, os selecionadores não tem tempo a perder, e pela imagem que transmitimos conseguem perceber se nos encaixamos ou não no perfil pretendido, em caso negativo, nem sequer é dada a possibilidade de demonstrar e fazer valer os nossos conhecimentos.

Outro exemplo, passa pela nossa pretensão de sermos promovidos profissionalmente. À partida devemos possuir não só os necessários conhecimentos, mas também a imagem ajustada à função a desempenhar, desta forma não restarão dúvidas de que nos encaixamos no perfil pretendido e somos capazes de assumir as responsabilidades inerentes ao cargo.


Daí a importância de investir na imagem pessoal e profissional, e gerir a nossa comunicação, com certeza que conquistaremos o mercado e iremos marcar pela diferença!

Foto: Google Imagens

 

www.soniacristinapaiva.com

Clube Ponto Pessoal
Sónia Cristina Paiva
Sónia Cristina Paiva Seguir

Consultora e Especialista em Marketing Pessoal, Responsável pela Unidade de Negócio da Ponto Pessoal, em Portugal. Consultora de Imagem e Personal Shopper, Vice Presidente da Associação Portuguesa de Consultores de Imagem e Personal Shopppers -APCIPS

Ler matéria completa
Indicados para você